Publicado: dezembro 13, 2010 em Geral
Tags:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Imagem  —  Publicado: outubro 9, 2012 em Geral


FaceCristo?

Publicado: agosto 25, 2012 em Geral

Quando minha hora chegar

Publicado: agosto 22, 2012 em Geral


HAKANI, UMA MENINA CHAMADA SORRISO

Publicado: maio 25, 2012 em Geral

Hakani nasceu em 1995, filha de uma índia suruwaha. Seu nome significa sorriso e seu rosto estava sempre iluminado por um sorriso radiante e contagioso. Nos primeiros dois anos de sua vida ela não se desenvolveu como as outras crianças – não aprendeu a andar nem a falar. Seu povo percebeu e começou a pressionar seus pais para matá-la. Seus pais, incapazes de sacrificá-la, preferiram se suicidar, deixando Hakani e seus 4 irmãos órfãos.

A responsabilidade de sacrificar Hakani agora era de seu irmão mais velho. Ele levou-a até a capoeira ao redor da maloca e a enterrou, ainda viva, numa cova rasa. O choro abafado de Hakani podia ser ouvido enquanto ela estava sufocada debaixo da terra.

Em muitos casos, o choro sufocado da criança continua por horas até cair finalmente um profundo silêcio – o silêncio da morte. Mas para Hakani, esse profundo silêncio nunca chegou. Alguém ouviu seu choro, arrancou-a do túmulo, e colocou nas mãos de seu avô, que por sua vez levou-a para sua rede. Mas, como membro mais velho da família, ele sabia muito bem o que a tradição esperava dele. Leia o resto deste post »


Vc consideraria fazer ou recomendar um aborto nas quatro situações seguintes?

1. Há um pregador e sua esposa que são muito, muito pobres. Eles já têm quatorze filhos. Agora, ela descobre que está grávida do filho número quinze. Eles vivem em tremenda pobreza. Considerando a pobreza deles e a excessiva população mundial, você consideraria recomendar que ela fizesse um aborto?

2. O pai é asmático, a mãe está tuberculosa. Eles têm quatro filhos. O primeiro é cego, o segundo morreu, o terceiro é surdo e o quarto tem tuberculose. A mãe está grávida de novo. Nesta extrema situação, você consideraria recomendar o aborto? Leia o resto deste post »